Dia 11 e as atividades do Festival Concreto

festival-concreto-2016-weybher-ferreira-14917103

Weybher Ferreira tá deixando sua marca no Viaduto Raul Barbosa com Murilo Borges, no bairro da Aerolândia. Cores marcantes, traços finos e delicados narram a intervenção do artista.
Vem conferir, tá show!
Fotos: Max Leguiza

 

Mobiliário Urbano na Caixa D’água do Benfica.
Dia de muito trampo, de deixar tudo “no ponto” pra ocupação cultural de amanhã (12) à noite. Vamos?
A intervenção consistirá na implantação de mobiliário urbano e estrutura para adaptação de uso, que tornarão possível a utilização desse espaço esquecido no meio do centro da cidade. As caixas d’água do Benfica, antigos ícones do abastecimento de água de Fortaleza, ganham vida através de materiais reutilizados, que combinados proporcionarão uma série de atividades para o local. A ação tem como objetivo chamar atenção para uma área histórica tão importante da cidade, para que a partir dessa primeira ocupação, possa receber futuras intervenções. Vai ter tablado de passeio, mobiliário, assentos, instalação, jardim suspenso, balanço e muito mais.
Compõem o projeto: Karol Carvalho – Arquiteta e urbanista; Mayara de Paula / Lucas Rozzoline (Oficina da Boa Arquitetura); Érico Gondim – Designer e Franklin Maia – Designer/Paisagista.
Nossa festa final será na CAIXA D’ÁGUA no dia 12 de novembro. Veeem!

 

Bazar rolando. Vibe boa, música sucesso, gente linda reunida, tá ótimo aqui. No Salão das Ilusões. Bora dançar, conversar. Tem obra à venda, tem arte bonita de se ver! Tem som com DJ Nego Célio.

 

Amarillo Público (MEX) apresenta seu trabalho, sua poética amarela. “A cidade é um museu, as minhas intervenções conversam com os locais e com as pessoas”, afirma o artista que fez um bate papo com o público. As atividades de formação acontecem em parceria com o Laboratório de produção do Quitanda das Artes. Todas as ações de formação do festival Concreto contam com a realização da Escola de Arte Urbana – Amplitude.