8ª Edição 2021

Edição

#8

Festival Concreto chega à sua oitava edição com sete meses de programação e mais de 20 artistas confirmados.

A edição acontece de 19 de novembro a 28 de maio de 2022 em Fortaleza e conta com grandes nomes como Doppeldenk (Alemanha), Shiko (PB), Luna Bastos (PI) e Onesto (SP).

A partir da simbologia do número 8, que na posição horizontal representa o infinito, e com o intuito de conseguir chegar em um público mais extenso em Fortaleza, o Festival Internacional de Arte Urbana – Festival Concreto decidiu ampliar sua programação, que geralmente acontece no período de 10 dias, para sete meses de duração. Desta vez, o evento acontece de 19 de novembro de 2021 a 28 de maio de 2022.

“Durante esses sete meses teremos uma série de atividades que planejamos, além de outras que estão surgindo a partir de ideias que estão chegando, de demandas de procura, então tudo isso, está sendo uma experiência legal pra gente nesta edição. Essa abertura no tempo está possibilitando novos encontros, novas possibilidades e a gente tá abraçando e vendo aonde vai dar”, explica o artista urbano e idealizador do evento Narcélio Grud.

A programação deste mês promove ações em espaços como a Biblioteca Pública Estadual do Ceará, Centro Dragão do Mar de Arte de Cultura, Porto Iracema das Artes e Residencial José Euclides da Cunha (situado no bairro Jangurussu). Para isso, o Festival conta com a presença de alguns artistas convidados para esta edição, sendo eles: Shiko (PB), Onesto (SP), Luna Bastos (PI), Doppeldenk (Alemanha), Rafael Limaverde (CE) e Luci Sacoleira (CE). Além de colorir os espaços, os artistas também promoverão masterclasses. Toda a programação é gratuita e aberta ao público.

Também haverá a comemoração do Aniversário de um ano da Midiateca Concreto, uma instalação feita a partir de uma sucata de ônibus restaurada, equipada com gibis, livros e dvds, situada no Residencial Euclides da Cunha, no bairro Jangurussu. No primeiro dia de evento, as crianças que utilizam a Midiateca Concreto farão uma visita guiada à Biblioteca Pública Estadual do Ceará. Finalizando o primeiro mês de atividades, será realizada uma festa no Restaurante Casa Patuá, onde também ocorrerá a Feirinha Concreto #8 com produtos dos artistas que compõem este primeiro momento do Festival. Para saber quais atividades irão compor os sete meses de programação, basta acompanhar as novidades pelo site www.festivalconcreto.com.br ou através do instagram @festivalconcreto.

O Festival Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana é realizado por Amplitude - Escola de Arte Urbana, Flexos Artes e Instituto Ambiente Cultural e Inclusão Social (IACIS). Possui patrocínio da Tintas Iquine e da Cegás, apoio do Governo Federal por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Fortaleza, Secretaria Estadual de Cultura (Secult Ceará), Instituto Dragão do Mar, Escola Porto Iracema das Artes, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Cidade Criativa do Design, Sistema Jangadeiro de Comunicação, MPM Soluções, Instituto Goethe, Casa de Cultura Alemã e Consulado Geral da República Federal da Alemanha. O Festival continua aberto à parcerias e apoios.

Identidade visual

Para a identidade visual desta edição, o Festival convidou Mariana Martins, um grande nome da arte contemporânea brasileira e que possui quase 50 anos de carreira. Com a chegada do centenário de seu pai, Aldemir Martins, a artista foi convidada para unir seus elementos com os traços únicos do cearense que levou o Vale do Cariri para o mundo. Durante a década de 1950, Aldemir Martins gravou diversas imagens que ficaram marcadas na imaginação nacional. Cangaceiros, cantadores e retirantes foram figuras constantes em sua produção, representando fortemente a marca da paisagem e do homem do nordeste.