Nódoa

Me interesso por choques de superfícies, podendo ser choques de temas distintos ou choques de materiais como tinta e bordado por exemplo. Pinto a partir de fotografias tiradas por mim, pegas na internet ou imagens achadas na rua. Busco com que o objeto pintado perca sua forma de origem e ganhe uma versão quase que abstrata devido a quantidade de camadas imprimidas.

Todo o processo é feito a partir de formas que estão no mundo, nenhuma linha é colocada sem ter sido observada de algum lugar, e esse lugar pode ser uma sombra de uma cadeira dentro do ateliê.

Minha obstinação é fazer com que a pintura funcione apesar das superfícies contrastantes.